100%

Salário mínimo será de R$ 998, conforme decreto publicado no primeiro dia do ano

O reajuste do salário mínimo foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 1º de janeiro. O novo presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou o Decreto 9.661/2019 logo após a cerimônia de posse. Um pouco menor que o valor aprovado no Projeto de Lei Orçamentaria Anual (LDO), o piso nacional passou de R$ 954 para R$ 998. Diante dos números, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulga uma atualização do levantamento Impacto do Aumento do Salário Mínimo nas Contas Municipais.

O valor apresenta aumento de R$ 44, em comparação com o salário mínimo de 2018, e um crescimento de 4,61% no valor mínimo pago aos trabalhares brasileiros. “Com essa mudança no valor, a economia nos cofres públicos municipais será de R$ 368 milhões. Se o salário mínimo passasse, de fato, para R$ 1.006, os benefícios previdenciários subiriam para R$ 2,397 bilhões”, sinaliza o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

A Confederação ressalta ainda uma provável redução na expectativa de inflação, por conta do reajuste abaixo do estabelecido na LDO, que deveria ter sido publicado pelo ex-presidente Michel Temer. Enquanto a valorização promovida nos últimos anos no mínimo aumenta a renda das famílias e poder de compra das pessoas, simultaneamente, ela gera impacto nos cofres municipais. Isso porque o poder público municipal é o maior empregador do país. São mais de 6 milhões de funcionários nas prefeituras.

Vínculo
Do total de servidores dos 5.568 Municípios, mais de três milhões têm remuneração vinculada ao salário mínimo. “O impacto fica ainda maior quando se considera todas as aposentadorias e benefícios sociais com piso no salário mínimo”, informa ainda Aroldi. Além disso, o levantamento da CNM sinaliza impacto fiscal permanente, uma vez que é vedada qualquer possível redução nominal da remuneração.

A Confederação frisa também, anualmente, o governo federal e o Congresso Nacional propõem e aprovam o reajuste, como por exemplo: na última década o piso nacional cresceu de R$ 415 para os atuais R$ 998. De 2013 até agora, o ano em que o mínimo teve o maior aumento foi em 2016, como R$ 92 de reajuste. Contudo, outra interferência direta da política de valorização é o crescimento das despesas com gasto de pessoal das administrações locais.

Valorização
O maior problema é que as propostas não apresentam uma fonte de custeio para financiar o aumento e não dá espaço para nenhuma possibilidade de intervenção do gestor municipal, aponta a nota. Apesar de o aumento ter sido inferior ao promovido em 2018, o valor causará impacto 159% maior do que o registado no ano passado. Desde 2003, mostra o levantamento, a política de valorização do salário mínimo acumula um impacto de R$ 38,645 bilhões na folha de pagamento municipal.

Por lei, este ano termina a regra de a variação no valor do mínimo vinculada ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois anos anteriores, conjugado com o Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), índice semelhante ao IPCA. Agora em 2019 também chega ao fim a validade da fórmula atual de correção, que começou a valer em 2012. O presidente da República e sua equipe econômica devem apresentar nova proposta de reajuste para 2020 em diante. A previsão é de que isso ocorra até abril, quando o Executivo envia ao Parlamento o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020. Confira o levantamento na integra aqui

Leia também: Impacto do reajuste do salário mínimo nas contas municipais será de mais de R$ 2 bilhões; aponta CNM

Da Agência CNM de Notícias
Foto: EBC 

 


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios
Protocolos desta Publicação:Criado em: 04/01/2019 - 14:17:35 por: Marcus Moraes da Silva - Alterado em: 04/01/2019 - 14:17:35 por: Marcus Moraes da Silva

Notícias

XXII Marcha: mais de 1200 gestores municipais já se inscreveram
XXII Marcha: mais de 1200 gestores municipais já se inscreveram

As inscrições para a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios estão a todo vapor. Gestores municipais de todo o Brasil já garantiram participação neste que é o maior evento municipalista da América Latina. Já são mais de 1200 inscrições, sendo 763 somente de prefeitos. O prefeito de Boa Vista (PB), André Gomes, já confirmou a participação dele. “Vamos participar ativamente junto com toda delegação da Paraíba”, completou. A Confederação Nacional de...

Divulgado calendário de pagamentos do Bolsa Família deste ano
Divulgado calendário de pagamentos do Bolsa Família deste ano

O calendário de pagamentos do Programa Bolsa Família para 2019 já está disponível para consulta. Para saber a data correta de sacar o dinheiro, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão. Depois de identificá-lo, será necessário observar a data que indica o dia em que a família pode fazer o saque. Dessa forma, os beneficiários que possuem o cartão com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Aqueles com o...

Salário mínimo será de R$ 998, conforme decreto publicado no primeiro dia do ano
Salário mínimo será de R$ 998, conforme decreto publicado no primeiro dia do ano

O reajuste do salário mínimo foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 1º de janeiro. O novo presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou o Decreto 9.661/2019 logo após a cerimônia de posse. Um pouco menor que o valor aprovado no Projeto de Lei Orçamentaria Anual (LDO), o piso nacional passou de R$ 954 para R$ 998. Diante dos números, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulga uma atualização do levantamento Impacto do...

Primeiro FPM de dezembro vem com alta de 22,05%
Primeiro FPM de dezembro vem com alta de 22,05%

O repassa referente ao 1º decêndio do mês dezembro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) será creditado na próxima segunda-feira, 10 de dezembro. Comparado com o mesmo decêndio do ano passo, o valor será 22,05% maior, de acordo com dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). aqui Agência CNM de NotíciasFonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios

CNM divulga expectativa do FPM para últimos meses do ano e 1% de dezembro
CNM divulga expectativa do FPM para últimos meses do ano e 1% de dezembro

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de 2018 deve totalizar R$ 100,9 bilhões. A previsão é da Confederação Nacional de Municípios (CNM) com base na estimativa trimestral da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e avaliações bimestrais. Além disso, a entidade municipalista divulga a expectativa para o 1% de dezembro, que será depositado no dia 7 do último mês do ano.Pela previsão da STN, o mês de outubro poderá ter crescimento nominal de 4,9% em relação ao ano...

CNM lança Dicionário Ambiental em bate - papo da Rede Municipalista
CNM lança Dicionário Ambiental em bate - papo da Rede Municipalista

A área técnica de Meio Ambiente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) lançou o Dicionário Ambiental durante o bate-papo da Rede Municipalista realizado da última sexta-feira, 8 de junho. O material faz parte da Campanha Municípios Lixo Zero: um desafio de todos e tem como objetivo aproximar os gestores dos conceitos de meio ambiente contidos na legislação para que sua aplicação na gestão ambiental local seja mais fácil e prática. Outro ponto que o Dicionário Ambiental...

Atividades da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios começam na próxima segunda
Atividades da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios começam na próxima segunda

As atividades da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios começam na próxima segunda-feira, 21 de maio, a partir das 14h, com a abertura do credenciamento e da X Exposição de produtos, serviços tecnologias. Também está previsto para o mesmo horário, encontros de Agentes e de Mulheres Municipalistas (Rede e MMM), além de arena temática sobre integração continental: Fronteiras e Federação Latinoamericana de Cidades. Com o tema Compromisso com o Brasil, o evento deste ano...

Denúncias relativa à mulher podem ser feitas ao Disque 100 ou ao Disque 180
Denúncias relativa à mulher podem ser feitas ao Disque 100 ou ao Disque 180

Duas centrais de atendimento passaram a funcionar de forma integrada. Agora o cidadão que ligar para o Disque 100 – Direitos Humanos – para fazer uma denúncia relativa à mulher terá sua ligação redirecionada automaticamente ao Disque 180 – Central de Atendimento à Mulher. De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos, Com o objetivo de dar mais agilidade ao atendimento das denúncias sobre violência contra a mulher, começou a funcionar no dia 11 de maio o redirecionamento...

Abaixo-assinado dos Royalties coleta assinaturas em todo o país
Abaixo-assinado dos Royalties coleta assinaturas em todo o país

Campanha nacional para que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue em plenário a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4917, sobre a redistribuição dos recursos arrecadados com a exploração dos royalties de petróleo, tem mobilizado gestores de todo o país. Desde que lançou a carta à presidente ministra Cármen Lúcia e o abaixo-assinado, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) recebeu apoio das prefeituras, câmaras de vereadores e parlamentares. A sensibilização...

XXI Marcha: Movimento Mulheres Municipalistas comemora um ano de conquistas
XXI Marcha: Movimento Mulheres Municipalistas comemora um ano de conquistas

O Movimento Mulheres Municipalistas completará seu primeiro ano durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Lançado na última edição da Marcha, o MMM comemorará a data em grande estilo. No primeiro dia de evento, 21 de maio, durante a tarde, o Movimento vai realizar uma reunião direcionada ao público feminino municipalista. Nesse espaço, o MMM pretende apresentar os avanços deste primeiro ano e convidar as demais mulheres que atuam no meio municipal a apoiarem a...